Matéria publicada em 17/12/2015 às 00:12:09

Fonte: Colaborou: Guilherme Tagiaroli

Pedido de bloqueio do WhatsApp é em decorrência de investigação de “facções criminosas”

Aparentemente, o motivo do bloqueio do WhatsApp do Brasil é uma investigação criminal em São Bernardo do Campo que não teve cooperação do serviço de mensagens. As informações estão em um documento obtido pelo Gizmodo Brasil. Nele consta como origem o seguinte: Grupo de Combate às Facções Criminosas (GCF). Parece coisa bem séria.

>>> Operadoras vão bloquear WhatsApp por 48 horas no Brasil

O documento diz aquilo que tanto a Folha quanto uma nota do Tribunal de Justiça de São Paulo disseram: a partir das 0h do dia seguinte ao recebimento da ordem (ou seja, amanhã), o aplicativo deve ser bloqueado por um período de 48 horas, retornando, portanto, na madrugada de sexta-feira para sábado.

A ordem determina que as operadoras bloqueiem acesso a domínios e subdomínios do WhatsApp e também façam tudo o que "for necessário para a suspensão do tráfego de informações, coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registro de dados pessoais ou de comunicações entre usuários da rede".

Sugerido pela Windows Store

O estranho do documento obtido pelo Gizmodo Brasil, que foi enviado às operadoras,  é que não dá para saber, de fato, o teor do crime que levou a esse processo. Segundo Paulo Rená, chefe de pesquisa do Instituto Beta para internet e democracia, que também analisou o documento, isso pode significar muita coisa: pornografia infantil, tráfego de drogas ou mesmo alguma denúncia sobre corrupção.

Oficialmente, as operadoras dizem que vão acatar a decisão judicial, apesar de dizerem ser contra -- aliás, muitas delas oferecem planos de WhatsApp ilimitado. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) disse à Folhaque não foi notificada da decisão, mas acha que a medida é prejudicial aos usuários e desproporcional por prejudicar milhões de consumidores.

Em nota, o TJ-SP disse que a decisão foi tomada após o WhatsApp não atender uma determinação judicial de julho. A empresa voltou a ser notificada em agosto, e seguiu sem atender ao pedido da Justiça - o que resultou, portanto, na ordem de bloqueio.

Colaborou: Guilherme Tagiaroli

Comente Pelo Facebook

 

ÚTLIMAS NOTÍCIAS

10/04/2021 • Comerciante de 67 anos morre após ser espancado durante assalto em Porto Velho 10/04/2021 • Nova Portaria do Governo mantém os 52 municípios do Estado na Fase 1 10/04/2021 • 1º Trimestre: PMRO apreende quase 100 quilos de drogas e desarticula 24 pontos de vendas de drogas na região do Vale do Jamari 10/04/2021 • Ariquemes: Homem armado ameaçava morador e é preso pela PMRO 10/04/2021 • PMRO flagra homem vendendo droga em Ariquemes 07/04/2021 • Pai morre e filho fica em estado grave em acidente na BR-364 no trecho de Ouro Preto do Oeste-RO 03/04/2021 • Jaru: Ambulância capota e fica destruída em acidente na linha 630 em Tarilândia 03/04/2021 • Forças de segurança começam a receber vacinas em Porto Velho 03/04/2021 • Motoboy morre após bater em poste durante entrega de pizza em Ariquemes, RO 30/03/2021 • Deputado Anderson sugere a compensação do auxílio transporte para servidores que estejam realizando seu trabalho em “Home Office”

©Copyright 2014 - Todos direitos reservados a Reporternoticia.com.br

Netmidia - Soluções Digitais