Matéria publicada em 18/03/2016 às 02:15:49

Fonte: Diretoria Executiva ADEPOL-RO

NOTA DE REPÚDIO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE RONDÔNIA ÀS TENTATIVAS DE INTERFERÊNCIAS ÀS AÇÕES DA POLÍCIA FEDERAL

 

           Os Delegados de Polícia Civil do Estado de Rondônia, representados pela Associação dos Delegados de Polícia Civil - ADEPOL e pelo Sindicato dos Delegados de Polícia Civil- SINDEPRO, vêm a público manifestar completa indignação com os trechos revelados pela imprensa, de verdadeiro atentado contra a nação brasileira e às instituições democráticas  constituídas, responsáveis pela persecução penal, que revelaram indícios veementes de uma organização criminosa instalada no coração da República Federativa do Brasil e repudiam, em destaque,  a conversa havida pelo o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, quando claramente revelava tratativas sobre o Subprocurador-Geral da República, Eugênio de Aragão, nomeado recentemente para ocupar o cargo de Ministro das Justiça, com a finalidade que este interferisse nas investigações da Polícia Federal e assumisse "papel de homem". 

          Como Delegados de Polícia de Carreira, responsáveis nos termos do artigo 144 da Constituição Federal pelas investigações de infrações penais, sabemos da importância vital para uma sociedade democrática, que tal função seja exercida sem qualquer influência política, sem ameaças institucionais, sobretudo como fato em tela, inclusive realizadas com palavras de baixo calão, demonstrando um desprezo que atinge  toda a classe dos Delegados de Polícia, de maneira geral e impactam da pior forma possível os anseios da sociedade brasileira por um país justo e de instituições sólidas.

            Dos referidos diálogos restou clara a intenção da cúpula central do governo federal de nomear um Ministro da Justiça para “controlar” as ações da Polícia Federal, nivelando por baixo a atuação do cargo e assim refletindo, mesmo que indiretamente, no agir de todos os Delegados de Polícia do País.

            Desta forma, os Delegados de Polícia Civil do Estado de Rondônia, através da ADEPOL e do SINDEPRO,  aderem à nota de repúdio da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ANDPF) e conclama toda a sociedade para que defendam as instituições constituídas, responsáveis pela persecução penal no país, solicitando em destaque cabal apoio para que seja implementada de forma rápida  a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 412/2009, que estabelece a URGENTE AUTONOMIA PARA A POLÍCIA FEDERAL, a fim de que a instituição continue, independente de qualquer governo, a serviço unicamente da SOCIEDADE BRASILEIRA, no combate à corrupção e às organizações criminosas em todos os níveis, bem como, em complemento, roga que essa autonomia seja ampliada nos Estados Federativos, para todas as Polícias Judiciárias Civis no País, para que tenhamos cada vez mais Delegados de Polícia, necessariamente juristas e concursados que são, fortalecidos e atuando de forma independente,  livres de quaisquer possibilidades de influências políticas nas conduções das investigações.

-- 

Atenciosamente,
Diretoria Executiva ADEPOL-RO

 

Comente Pelo Facebook

 

ÚTLIMAS NOTÍCIAS

01/06/2018 • URGENTE: Homem é encontrado morto em vila de apartamentos na zona Sul 01/06/2018 • JARU: Boatos de nova paralisação fomenta outra corrida a postos de combustíveis do município 19/05/2018 • DEFESA: Homem é atacado a golpes de gargalo de garrafa ao agredir mulher 19/05/2018 • TRAGÉDIA: Dois irmãos desaparecem após embarcação naufragar no Rio Mamoré 04/05/2018 • Construção do Parque do Tambaqui é anunciada na EXPOVALE 04/05/2018 • Solenidade marca passagem de direção do Colégio Tiradentes III 02/05/2018 • 7° BPM recebe novos policiais militares 01/05/2018 • 7° BPM recebe a visita do Comandante-Geral e realiza final do Torneio Tiradentes 01/05/2018 • Equipes do Patamo do 7° BPM apreendem simulacro, drogas e recapturam foragidos 14/03/2018 • Secretaria de Obras reforça parceria para EXPOVALE

©Copyright 2014 - Todos direitos reservados a Reporternoticia.com.br

Netmidia - Soluções Digitais