Matéria publicada em 25/02/2016 às 00:26:58

Fonte: Jeferson Guedes Do G1 Ariquemes e Vale do Jamari

Ligas dos Camponeses Pobres faz protesto em Ariquemes, RO Integrantes exigem suspensão de reintegrações de posse. Segundo Cebraspo, movimento camponês está sendo acusado por crimes.

Cerca de quatrocentos camponeses integrantes da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) de diversos municípios do Vale do Jamari realizaram na manhã desta quarta-feira (24), uma manifestação de protesto durante uma marcha pelas ruas de Ariquemes (RO), cidade localizada a 202 quilômetros de Porto Velho. Segundo os organizadores, o movimento camponês atualmente está sendo retirados de áreas utilizadas para a agricultura ocupadas há vários anos e reivindicaram pelo direito a terra.

Com diversas faixas os manifestantes percorreram as avenidas Capitão Sílvio, Jamari e Tancredo Neves, encerrando o trajeto em frente ao Fórum do município. Entre as várias reivindicações dos participantes do ato, a principal é a permanência dos camponeses nas áreas de conflito.

"Vivemos há cinco anos no assentamento e com diversas produções sendo cultivadas e agora estamos sendo despejados. Muita gente que se intitula proprietário, não possui os documentos de propriedade e estão querendo nos expulsar do local. Creio que não é o certo, pois estamos lá para trabalhar", relatou o agricultor Edson Lima.

De acordo com o membro do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (Cebraspo), José Sales Pimenta, o movimento camponês tem sido acusado pela segurança pública de ser constituído de criminosos.

Ele rebate a acusação, afirmando que os responsáveis pelos crimes na localidade são os pistoleiros do latifúndio. "Esta manifestação é para exigir a suspensão das reintegrações de posse que estão ocorrendo em áreas que já são dos camponeses há muitos anos e para apoiar o direito a terra", enfatizou.

Segundo ele,  existe áreas no estado que eram para ser distribuídas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) ao movimento camponês e foram ocupadas pelo latifúndio.  "Estas terras são legalmente de reforma agrária e agora com essas ocupações,   ocorrem dentro destas áreas diversos crimes contra o camponês", finalizou.

Comente Pelo Facebook

 

ÚTLIMAS NOTÍCIAS

06/11/2018 • JARU: Idoso é encontrado morto pelo filho em queimada de pasto na zona rural de Tarilândia 06/11/2018 • PF deflagra operação em Rondônia para combater divulgação de pornografia infantil na internet 06/11/2018 • Bando que roubava, adulterava e vendia motos pela internet é preso em Porto Velho 20/10/2018 • SAÚDE: Senar atende comunidade ribeirinha do Baixo Madeira no Distrito de São Carlos 20/10/2018 • Medico pioneiro em Ariquemes morre afogado em rio na região de machadinho 12/10/2018 • Jean Mendonça perde vaga de deputado e abre cargo para Geraldo da Rondônia 01/10/2018 • Van capota ao ser atingida por carro de passeio no centro de Porto Velho 01/10/2018 • Debate na TV Rondônia reúne seis candidatos nesta terça-feira; veja todas as regras 01/10/2018 • Jaru: Justiça atualiza multa de Amauri dos Muletas para R$ 375 mil em processo de fraude em licitação da saúde 01/10/2018 • Zaltana pescados na maior feira de negócios da América Latina

©Copyright 2014 - Todos direitos reservados a Reporternoticia.com.br

Netmidia - Soluções Digitais