Matéria publicada em 11/12/2019 às 22:53:35

Fonte: rondoniagora.com/

Justiça manda internar adolescente envolvida na morte da mulher que teve filho arrancado da barriga

A Justiça concedeu a internação imediata de uma adolescente de 16 anos acusada de ter envolvimento na morte da jovem Fabiana Pires Santana, 23 anos, que teve seu filho arrancado da barriga a força. O crime aconteceu na tarde do dia 19 de outubro deste ano, em uma área utilizada para a extração de barro em um loteamento, na Estrada dos Japoneses, Zona Sul de Porto Velho. Fabiana foi morta pela irmã, uma menor de 13 anos. O filho dela, Gustavo Henrique Pires Maciel, de 7 anos, também foi morto.

Com a internação da adolescente, a delegada titular da Delegacia de Homicídios, Leisaloma Carvalho, concluiu o inquérito policial instaurado para apurar o bárbaro crime com o envolvimento de seis adolescentes e dois adultos identificados como Cátia Barros Rabello, de 34 anos, que teria encomendado o bebê de Fabiana para simular uma gravidez e o filho dela Mario Barros do Nascimento, de 18 anos. Os dois estão presos preventivamente e os menores internados.

Segundo a delegada, as investigações realizadas para chegar até os autores deram bastante trabalho para a equipe de policiais, que conseguiram montar o quebra-cabeça de como tudo aconteceu. “O trabalho foi árduo, mas nós conseguimos individualizar a conduta de cada um, tanto na execução do crime como em obter objetos para levar até o local onde ocorreu a morte da Fabiana, do Gustavo e o parto forçado da jovem”, enfatizou Leisaloma Carvalho.

O crime

Durante as investigações, a adolescente de 13 anos confessou ter matado a irmã Fabiana Pires Santana, 23 anos e o sobrinho Gustavo Henrique Pires Maciel, de 7 anos.

A motivação para ter matado a irmã, é que a adolescente era repreendida em casa, o que deixava ela irritada. Ela alegou ainda, que um suposto estupro praticado pelo namorado da irmã, também seria um dos motivos para tirar a vida de Fabiana.

A jovem, que estava grávida, foi morta a pedradas e pauladas e com golpes de ferro na cabeça. Antes de morrer, a vítima teve o filho arrancado da barriga pela adolescente e o comparsa dela de 15 anos. O bebê foi levado por outro adolescente, que entregou a criança para Cátia Barros Rabello, de 34 anos.

A assassina disse em seu depoimento, que agrediu a pedradas o sobrinho Gustavo Henrique, e em seguida jogou o menino na lagoa próximo onde a mãe dele foi encontrada morta. A criança não sabia nadar. “Os envolvidos já tinham levado para o local todos os objetos usados no crime, uma barra de ferro, uma faca e um estilete usados para tirar a criança da barriga da vítima”, esclareceu a delegada.

Comente Pelo Facebook

 

ÚTLIMAS NOTÍCIAS

16/04/2021 • Operação Paz no Campo – Em Rio Crespo Polícia Militar apreende arma de fogo e munições 16/04/2021 • Ariquemes - PMRO APREENDE MAIS DROGAS NA BR 364 16/04/2021 • Mais de 6,5 Kg de cocaína são apreendidos durante Operação Força Integração 2021 em Ariquemes 16/04/2021 • Polícia Militar apreende maconha durante abordagem em Ariquemes 16/04/2021 • Campo Novo de Rondônia receberá R$ 1 milhão em emendas do presidente Alex Redano 10/04/2021 • Comerciante de 67 anos morre após ser espancado durante assalto em Porto Velho 10/04/2021 • Nova Portaria do Governo mantém os 52 municípios do Estado na Fase 1 10/04/2021 • 1º Trimestre: PMRO apreende quase 100 quilos de drogas e desarticula 24 pontos de vendas de drogas na região do Vale do Jamari 10/04/2021 • Ariquemes: Homem armado ameaçava morador e é preso pela PMRO 10/04/2021 • PMRO flagra homem vendendo droga em Ariquemes

©Copyright 2014 - Todos direitos reservados a Reporternoticia.com.br

Netmidia - Soluções Digitais