Matéria publicada em 21/03/2015 às 21:13:49

Fonte: Fonte:G1

Catástrofe em Buritis, enchente atinge mais de mil residências: veja fotos

As águas dos rios Candeias e São Domingos e do Igarapé do Veado transbordaram após chuva intensa que caiu do início da noite de sexta-feira (20) até a tarde deste sábado (21) em Buritis (RO), distante cerca de 320 quilômetros de Porto Velho. A coordenadora da Defesa Civil, Ocilene Gonçalves, informou que as saídas da cidade estão inundadas e estima-se que mais de mil casas foram invadidas. Cinco famílias foram encaminhadas para um abrigo providenciado pela prefeitura. O município decretou situação de emergência.

À reportagem, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros alegam que ainda não possuem dados exatos sobre a cheia. O número total de atingidos e prejuízos ainda estão sendo contabilizados pelos órgãos do município, que possui mais de 32 mil habitantes, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010.
De acordo com o tenente Costa, do Corpo de Bombeiros, o igarapé e os rios transbordaram em função da chuva intensa. Os bombeiros estão ajudando as famílias que estão saindo por conta própria das casas e encaminhado as desabrigadas. "As águas subiram cerca de três metros. Já socorremos cinco famílias e ajudamos a tirar os bens de mais duas. A água baixou uns 30 centímetros e está estável, mas a previsão é de que as chuvas continuem", afirma o tenente.

Um homem que trabalha no município afirma que até às 7h ainda era possível transitar pelas ruas de Buritis. Depois deste horário, casas e estabelecimentos foram invadidos pela água. "Não moro aqui, vim umas 6h da manhã, mas quando percebi que a água subia rapidamente, decidi voltar pra casa. Quando cheguei perto da saída da cidade não dava mais pra passar carro nas ruas. A água estava na altura do capô. Estou ilhado no posto de gasolina, esperando a água baixar", conta o trabalhador, que não quis se identificar.

Conforme a coordenadora da Defesa Civil, a cheia pode entrar para a história como a maior nos últimos 20 anos e não está descartado decretar estado de calamidade. "Nunca vi nada igual antes. Infelizmente as famílias desabrigadas podem aumentar consideravelmente até o fim do dia, já que o nível da água pode aumentar se não parar de chover. Por enquanto a zona rural ainda é possível transitar, mas não sabemos até quando", diz Ocilene.


Fonte:G1

Comente Pelo Facebook

 

ÚTLIMAS NOTÍCIAS

24/04/2019 • PRIMEIROS ATENDIMENTOS: 17ª CIA INF SL presta socorro à vítima de acidente na BR-364 24/04/2019 • TRANSPORTE FLUVIAL: Parecer da PGM é pelo cancelamento do processo licitatório 24/04/2019 • Ex-deputado Nereu demonstra que não participou de esquema e é absolvido no processo da operação dominó 24/04/2019 • Folha paralela: Tribunal de Justiça absolve 7, reduz pena, mas já decidiu pela prisão de 15 ex-deputados estaduais da Redação 23/04/2019 • 7° BPM realiza reuniões preparatórias para reintegrações de posse 23/04/2019 • ARIQUEMES: Polícia Civil esclarece homicídio de “Peixe Nildo” e prende suspeito 23/04/2019 • Família de Ji-Paraná morre vítima de acidente na BR em Mato Grosso 23/04/2019 • Alex Redano recebe homenagem “Amigo da PM” em Ariquemes 23/04/2019 • Morte de ji-paranaenses em trágico acidente gera muita dor e comoção 22/04/2019 • Facilidade: Prefeitura de Ariquemes lança acesso a resultados de exames laboratoriais pela internet

©Copyright 2014 - Todos direitos reservados a Reporternoticia.com.br

Netmidia - Soluções Digitais