Matéria publicada em 07/04/2016 às 01:02:42

Fonte: assessoria

Caerd esclarece à população de Ariquemes sobre o aspecto enegrecido da água

Caerd esclarece à população de Ariquemes sobre o aspecto enegrecido da água

O diretor Técnico e Operacional da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd), engenheiro Mauro Berberian, apresentou o relatório com os esclarecimentos sobre o aspecto enegrecido da água que abasteceu à população dos Setores 1, 3, 5 e BNH, em Ariquemes.

Conforme o relatório apresentado por Berberian, trata-se da dispersão do elemento antracito - carvão mineral: em meados de janeiro deste ano, houve uma elevação da presença de areia na água bruta da captação do Rio Jamari, promovendo por reação no leito filtrante, a fragmentação desse carvão mineral em grânulos mais finos, que, por sua vez, foram carreados com a água de abastecimento pela adutora que injeta água tratada diretamente na rede de distribuição para aquelas unidades consumidoras dos Setores acima mencionados.

Segundo Eliana Seti, superintendente regional, outros bairros do município foram afetados, em menor proporção. "Os demais bairros da cidade foram afetados em pequenas proporção, uma vez que o carvão mineral sedimentou no fundo do reservatório localizado no Parque Tropical", disse.

"O que aconteceu foi uma ação tempestiva da equipe local da Companhia, que promoveu a descarga de fundo e, assim, eliminou por completo esse material (antracito) depositado no reservatório", informou Mauro Berberian.

Berberian esclareceu que: o antracito (carvão mineral) é um material inerte, sem qualquer efeito tóxico à saúde humana, cuja função é eliminar o cheiro da água quando em contato com material orgânico presente em um rio. 

FILTRAGEM

O Diretor Técnico e Operacional da Caerd já tinha esclarecido a população, logo que os primeiros sinais do antracito surgiram na água. À época, 23 de março, ele declarou que "não se trata de contaminação, porém há a necessidade de tão somente desprezar essa água com aspecto enegrecido, mantendo as torneiras abertas por tempo suficiente até sua eliminação e, para a ingestão, bastasse apenas filtrar".

Eliana Seti destacou que a Superintendência Regional da Caerd, em Ariquemes, tem promovido constantes descargas nas redes. "A equipe local tem efetuado as descargas na redes de distribuição dos bairros atingidos, para eliminar por completo algum material que ainda permaneça", disse.

Ela ressaltou que esta programado para os próximos dias a substituição do leito de outros três filtros, pois a Estação de Tratamento de Água (ETA) possui quatro e apenas um foi substituído. "Comunicaremos à população, prevenindo-a sobre os períodos nos quais serão realizadas as ações de manutenção inerentes à filtragem da água", declarou Eliana Seti. 
-- 
Comente Pelo Facebook

 

ÚTLIMAS NOTÍCIAS

06/11/2018 • JARU: Idoso é encontrado morto pelo filho em queimada de pasto na zona rural de Tarilândia 06/11/2018 • PF deflagra operação em Rondônia para combater divulgação de pornografia infantil na internet 06/11/2018 • Bando que roubava, adulterava e vendia motos pela internet é preso em Porto Velho 20/10/2018 • SAÚDE: Senar atende comunidade ribeirinha do Baixo Madeira no Distrito de São Carlos 20/10/2018 • Medico pioneiro em Ariquemes morre afogado em rio na região de machadinho 12/10/2018 • Jean Mendonça perde vaga de deputado e abre cargo para Geraldo da Rondônia 01/10/2018 • Van capota ao ser atingida por carro de passeio no centro de Porto Velho 01/10/2018 • Debate na TV Rondônia reúne seis candidatos nesta terça-feira; veja todas as regras 01/10/2018 • Jaru: Justiça atualiza multa de Amauri dos Muletas para R$ 375 mil em processo de fraude em licitação da saúde 01/10/2018 • Zaltana pescados na maior feira de negócios da América Latina

©Copyright 2014 - Todos direitos reservados a Reporternoticia.com.br

Netmidia - Soluções Digitais